Diferenciais da Barreira Perimetral STV

Barreira Perimetral projetada em uma residência em Porto Alegre | Foto: Estefânia Martins

Quando se pensa em projeto de proteção, é fundamental realizar uma analise minuciosa de todas as brechas existentes no local para que a segurança do nosso cliente seja efetivamente garantida. Desta forma, a primeira etapa a ser analisada, principalmente nos casos de residências, empresas e indústrias, é o acesso à parte externa no patrimônio. Ou seja, em como prevenir o acesso ao pátio através de muros e portões.

A STV dispõe da mais avançada barreira perimetral existente no mercado. Com certificação do INMETRO, garantindo a eficiência e a segurança do usuário, e seguindo as exigências estabelecidas nas Normas Técnicas Internacionais quanto à potência da descarga elétrica, a cerca protege perímetros de qualquer dimensão e pode ser ampliada a qualquer momento.

Barreira evita a intrusão no pátio desta empresa em Porto Alegre | Foto: Estefânia Martins

Vale salientar que o objetivo não é causar danos físicos ao invasor, mas sim dificultar o acesso. Caso, mesmo assim, ele tente invadir e encoste na barreira, ele recebe uma descarga elétrica ao mesmo tempo em a sirene toca e a Central de Monitoramento da empresa já recebe o aviso de tentativa de intrusão. Ou seja, a equipe de apoio já é mobilizada antes que ele consiga acessar a parte interna do local, tornando o atendimento ainda mais rápido e eficaz.

Acesse no nosso site o telefone da unidade mais próxima e agende uma visita com um dos nossos consultores para obter mais informações.

STV no programa Conexão da TV Unisinos

O carnaval já passou, mas o veraneio ainda se estende nas praias até o final do mês de fevereiro e, por isso, algumas cidades seguem com a população abaixo do normal. Nosso consultor de vendas da regional Vale do Sinos Canísio Eidelwein participou do programa Conexão, da TV Unisinos o dia 07/02 e debateu o assunto junto ao inspetor-chefe da Guarda Municipal de Novo Hamburgo, Marcos dos Santos, e a estudante universitária Regina Milbradt, que teve sua casa arrombada nessa época do ano.

Nós separamos os três blocos do programa para que vocês possam visualizar na íntegra, porém, antes, queríamos destacar alguns detalhes que nos chamaram a atenção. A reportagem relatou que o efetivo da Brigada Militar na região diminui em torno de 9% durante o veraneio, visto que há a necessidade de deslocamento para o litoral devido à Operação Golfinho. Assim, o patrulhamento passa a ser mais próximo aos bairros, principalmente os residenciais, que visivelmente ficam mais abandonados e um prato cheio para a ação criminosa. Porém, esse efetivo que permanece é considerado abaixo do ideal para que seja mantida uma segurança mínima nas cidades, tanto que há um aumento nos roubos em Novo Hamburgo, por exemplo, nos meses de janeiro e fevereiro em comparação a abril e maio.

Segundo Canísio, as pessoas costumam se preocupar mais com a segurança quando pretendem se ausentar, mas o bem da verdade é que o ladrão está ai o ano todo, afinal ele não tira férias. As pessoas deveriam sim é buscar a segurança privada já na hora em que constroem ou adquirem a propriedade, para que seja feito um projeto especifico a necessidade do cliente, com alarme, câmeras e cerca elétrica. Ele alerta, ainda, para os erros cometidos na hora de contratar a empresa de segurança: “Procure uma empresa séria, legalista, até porque normalmente as pessoas vão pelo menor preço” e, assim como ocorre em diversos segmentos, grande parte não é legalizada, o que pode causar sérios problemas depois ao cliente.

Assista o Bloco 1, Bloco 2 e Bloco 3 do programa Conexão, produzido pela Universidade Unisinos e que foi ao ar no dia 07 de fevereiro de 2013.

STV homenageia seus funcionários

No dia 19 de janeiro, a STV promoveu sua já tradicional festa de início de ano em que são homenageados os funcionários que atuam há 5, 10, 15 e 20 anos na empresa.

Contando com a presença de aproximadamente 400 pessoas, o evento, conhecido como Encontrão, iniciou com a fala do Diretor Executivo, Éberson Bertoni, que pontuou a importância do trabalho realizado ao longo de 2012 para o amadurecimento da empresa e convocou todos para juntos conquistarem ainda mais sucesso neste ano que se inicia.

Após as homenagens, a música ficou por conta da banda CIA Show 4 e todos os convidados puderam desfrutar de chopp, churrasquinho, crepe, cachorro quente, entre outros, tudo à vontade.

As fotos tiradas por Sérgio González serão divulgadas somente internamente, mas para deixar um gostinho de curiosidade, publicaremos duas que demonstram a grandeza deste evento organizado pelo setor de marketing. O Encontrão sempre é realizado no Centro de Treinamento da STV, em Canoas.

 

Fotos: Sérgio González

 

STV se diferencia também em SP

Assim que assumiu a liderança de vez no Rio Grande do Sul, a STV iniciou sua expansão para o estado de São Paulo, onde já conta com bases operacionais na Capital e em Campinas. Independente da cidade, visamos sempre a diferenciação em termos de qualidade e é isso que faz com que tenhamos clientes fieis e que confiam em nós. Isso tudo serve de introdução para um e-mail que recebemos de um cliente de São Paulo, que inclusive fez questão de vir no evento (Encontrão) que realizamos sempre em janeiro e que marca o inicio oficial do ano para a empresa e seus funcionários.

Nesta mensagem vou procurar expressar minha satisfação em tê-los como parceiros da Lupatech. Sabemos todos que para se vender um produto é difícil, porém quando o assunto é Serviço, isso se torna ainda mais difícil, pois estamos falando em CONFIANÇA, item que a STV teve o capricho de enfatizar em nossas reuniões de negociação. Passamos por algumas experiências anteriores desagradáveis e levando em consideração nossa vivência, sempre ficamos com “um pé atrás”. De qualquer forma, fechamos o trabalho e confiamos que seria diferente. Apostamos em uma nova experiência, mesmo não conhecendo a STV, que para nós sempre pareceu e vendeu ser uma grande e sólida empresa gaúcha, líder do mercado no estado do Rio Grande do Sul. Eu tive o prazer de conhecer e certificar de que realmente estamos trabalhando com profissionais que estarão nos atendendo em nossas necessidades.

Agradeço pelo convite e por poder participar do Encontrão e fechamento anual da empresa. Quero parabenizar, portanto, por serem uma empresa sólida e confiável! Espero que continuem crescendo e que possam ser um dos líderes do mercado em nossa região também. Torço para que nossa parceria continue a dar certo e para que a qualidade dos serviços a nós prestados continue aumentando”.

Dúvidas mais frequentes sobre o Rastreador Veicular

Nós fizemos uma relação das perguntas mais frequentes em relação ao Rastreamento Veicular e procuramos respondê-las da forma mais didática possível. Como às vezes a dúvida de um pode ser a de outros, compartilhamos com vocês:

1. Qual a diferença entre um rastreador e um bloqueador de automóveis?

Bloqueadores são dispositivos eletrônicos que recebem informações de uma Central de Operações via sinal de radiofrequência e realizam o bloqueio do motor do veículo. Não há retorno de informações do produto para a central, não permitindo, portanto, a localização do veículo. Rastreadores são dispositivos eletrônicos que possuem a capacidade de bloquear o motor e realizar outras funções de forma remota, como a identificação da posição geográfica do veículo utilizando antenas de GPS.

2. É possível instalar o Rastreador Veicular da STV se já existe alarme no veículo?

Sim. O rastreador é composto por um dispositivo destinado ao bloqueio e localização do veículo em movimento, o que não impede a utilização de outro equipamento em simultâneo para a proteção do veículo estacionado em caso de violação do mesmo.

3. Qual a importância de ter o meu veículo rastreado?

Essa tecnologia permite que seu veículo seja rastreado minuto a minuto enquanto ele estiver ligado. Quando desligado, o sistema analisará de tempos em tempos se houve algum deslocamento não autorizado. Toda esta informação é disponibilizada para o Monitoramento Veicular STV, que toma as devidas providências.

4. O Monitoramento Veicular STV pode ser instalado em ônibus, caminhões, veículos a diesel ou que trabalhem com 24 volts?

Sim. O ele pode ser instalado tanto em carros de passeio como em caminhões, ônibus, tratores e guinchos sem a necessidade de qualquer tipo de adaptação, pois são 12 v e 24 v.

5. Qual é a precisão de localização do Monitoramento Veicular STV?

A precisão de localização e posicionamento do veículo varia conforme disponibilidade dos satélites e influências atmosféricas, como umidade do ar, temperatura e etc. Sendo assim, a precisão de localização do veículo possui uma margem de erro de até 10 metros de raio do ponto central, sendo que na maioria das vezes ela é menor que esta medida.

6. Vou deixar meu veículo em um estacionamento e desejo mantê-lo bloqueado, é possível?

A maioria dos veículos conta com sistemas de alarme e estes equipamentos são acompanhados pela STV. Mas também é possível contatar o Monitoramento Veicular STV e solicitar o bloqueio prévio.

7. O que é “bloqueio progressivo”?

Bloqueio progressivo é um recurso de segurança para cortar/bloquear o motor de veículo progressivamente e não de forma instantânea. Isto possibilita que o condutor tenha tempo de encostar o veículo em um local seguro antes da parada total do motor.

8. Quais as vantagens do Rastreador Veicular STV para frotistas?

Dentre as diversas funcionalidades, o produto permite que dono ou administrador da frota visualize todos os veículos em uma só tela, tenha acesso direto a relatórios, como rotas e horários de tráfego, tanto dos veículos, quanto da frota em geral.

Ficou com alguma dúvida ou se interessou pelo nosso produto? Entre em contato através do telefone 3553.7744.