Análise do livro “Vicente Falconi – O que importa é resultado”, de Cristiane Correa

Por Simone França

Falconi é um dos melhores e mais influentes consultores em Gestão do país e hoje volto a falar dele, devido ao livro lançado em 2017: Vicente Falconi – O que importa é resultado”.

A Cristiane Correa, autora deste livro, relata em detalhes o pensamento e a trajetória de Falconi, revelando os princípios de liderança e gestão que transformam organizações grandes ou pequenas, públicas ou privadas em empresas mais lucrativas e eficientes. Ela também é autora dos livros “Sonho Grande” e “Abilio – Determinado, Ambicioso, Polêmico”.

O livro mostra a trajetória e as lições do ex-professor de engenharia da UFMG. Descreve os desafios de gestão que Falconi enfrentou trabalhando para grandes empresas nacionais como Ambev, Sadia, Gerdau e projetos para governos estaduais.

Conta ainda os bastidores da consultoria criada por ele, onde as disputas de poder colocaram em xeque as lições ensinadas pelo professor.

O Sistema de Gestão de Falconi é baseado em análise de dados, cumprimento de metas, controle, e padronização de processos para que a empresa atinja a máxima eficiência.

O método é inspirado nos sistemas de gestão usados por empresas japonesas, que buscavam atingir excelência e combater desperdício e aqui no Brasil essa metodologia ainda era desconhecida.

A ideia é resolver problemas para atingir metas, defendendo a busca pela excelência.

 

Confira, a seguir, 10 pensamentos resumidos de Falconi:

1. Sem medição não há gestão;

2. Cada chefia deve ter entre três e cinco metas prioritárias, nunca mais do que isso. As prioridades devem ser sempre estabelecidas dentro de cada nível gerencial, de preferência por um critério financeiro;

3. As métricas financeiras são as principais não só para empresas, mas também para governos e até para igrejas. Nada existe sem recursos financeiros;

4. Problema é a diferença entre a situação atual e a meta;

5. Alta rotatividade de funcionários é inaceitável numa empresa. Indica a insatisfação das pessoas com as condições de trabalho e equivale a um vazamento de informações da empresa;

6. Liderar é bater metas consistentemente, com o time fazendo o certo;

7. Demitir quando necessário. Afastar 5% a 10% por ano daqueles mais mal avaliados do time, abrindo espaço para novos valores e dando oportunidade para que os demitidos encontrem tarefas em que sejam mais felizes e valorizados;

8. Desculpas não constroem uma organização e são patéticas;

9. Dentro de uma organização, uma pessoa deve ser constantemente desafiada a buscar conhecimentos novos, e isso é feito por meio de metas ou de mudança de cargo, de forma a criar desconforto;

10. Os resultados do passado não servem para o futuro.

Essas regras se tornaram cartilha obrigatória pelas empresas que incorporaram o método criado pelo Falconi.

Esperamos ter despertado em você o interesse por essa leitura. Ela é válida para todos e principalmente por aqueles que ocupam cargos de liderança.

Boa leitura!

Livro: Vicente Falconi – O que importa é resultado

Autora: Cristiane Correa

Editora: Primeira Pessoa

Ano: 2017

 

Texto de: Simone França (Analista de TREINAMENTO – Educação Corporativa STV)
Edição e publicação: Vanessa Thalheimer

 

15 dicas de segurança para a sua residência

Quem mora em uma casa sabe que para ter um dia a dia mais tranquilo e seguro – dentro e fora de casa – existem alguns cuidados que não devem ser ignorados.

Muitas vezes só lembramos quando algo já aconteceu e, pensando nisso, preparamos o Dicas de Segurança para Residências com uma série de recomendações – entre cuidados de rotina até soluções mais específicas – para ajudar a aumentar a segurança e proteger você e sua família. Confira:

1. Evite deixar a chave de casa em esconderijos externos (ex: embaixo do tapete, em vasos de flores, etc.);

2. Feche as janelas quando não estiver usando um cômodo específico;

3. Não deixe que pessoas estranhas entrem em sua casa. Sempre peça identificação, principalmente com prestadores de serviços desconhecidos. A dica também é válida para o cuidado com as informações passadas por telefone;

4. Assim como a rua, a fachada de sua casa também deve ter boa iluminação. Ladrões costumam preferir locais mais escuros;

5. Mantenha árvores do quintal sempre podadas de forma que não atrapalhem a sua visão da rua ou sirvam de esconderijos para ladrões;

6. Mantenha as portas e portões da casa sempre fechados;

7. A instalação de um portão eletrônico facilita a entrada e saída da garagem.  Ao usar um controle remoto é possível acionar a abertura do portão a certa distância, sem precisar descer do carro, e você entra em casa mais rápido;

8. Se a sua casa tiver muros baixos, instale uma cerca elétrica para impossibilitar a passagem de ladrões;

9. Coloque uma fechadura resistente na porta para dificultar arrombamentos. Se possível, também reforce com trincos internos e olho mágico na porta;

10. Coloque grades nas portas e janelas;

11. Nunca deixe as luzes acesas. O fato de deixar luz acesa durante o dia acaba denunciando que não ninguém está em casa; durante o dia;

12. Não deixe objetos de valor à vista. É uma forma de chamar atenção das pessoas na rua;

13. Em caso de perda da chave, troque imediatamente o segredo da fechadura;

14. Converse com seus vizinhos, participe de associações de moradores de seu bairro ou grupos de vizinhos para discutir questões sobre a segurança;

15. Invista em um sistema de proteção completo e de confiança que atenda as suas necessidades de segurança. Circuito fechado de televisão (CFTV), centrais de alarmes, sensores e cerca elétrica são algumas das soluções recomendadas para que para que você e a sua família se sintam protegidos dentro de casa.

Para a proteção de residências, a STV trabalha com um projeto de segurança personalizado de acordo com as necessidades específicas de segurança de cada residência. Para mais informações sobre nosso serviço de proteção para residências, acesse:  https://goo.gl/pDqWGo

Se preocupar com a segurança é muito importante e pequenos cuidados com a sua casa podem acabar fazendo toda a diferença.

No próximo post sobre segurança em residências, falaremos sobre os cuidados ao sair e entrar de casa. Siga nos acompanhando!

Fontes: Polícia Militar do Paraná

 

09 de Junho – Dia do Porteiro

O dia de hoje é dedicado a todos os profissionais de portaria que, com muita dedicação, gentileza e profissionalismo zelam pela segurança de milhares de lugares.

Temos orgulho de contar com excelentes profissionais nas equipes da STV Segurança e é gratificante quando há reconhecimento do trabalho de nossa equipe e retribuição da parte de nossos clientes.

Abaixo, uma homenagem pelo Dia do Porteiro prestada pela nossa cliente, a Guarida Imóveis (Porto Alegre), aos porteiros da STV locados nas unidades da empresa.

Parabéns a todos os porteiros!

Imagem: Guarida Imóveis

 

 

Dicas de segurança para quem mora em condomínio

Na busca por mais segurança, muitos condomínios/edifícios residenciais já investem em serviços de proteção, mas além do investimento em serviços e estruturas de proteção, os próprios moradores podem fazer a sua parte para contribuir com a segurança do condomínio.

A seguir, listamos algumas dicas de segurança importantes para quem mora em condomínio. Confira:

1. Ao entrar e sair do condomínio, fique atento e verifique se não há presença de estranhos ou qualquer movimentação suspeita no local;

2.  Ao deixar o carro na garagem, certifique-se que está trancado, sem objetos à vista e mantenha o alarme sempre ligado;

3.  Sempre tranque todas as portas e demais fechaduras de sua casa/apartamento;

4. Nunca abra a porta para estranhos, mesmo que se identifiquem como conhecidos de outro morador;

5. Quando houver portaria, autorize que o porteiro interfone sempre a cada visita recebida;

6. Prestadores de serviços devem ter sua entrada autorizada somente mediante identificação prévia e autorização do zelador ou síndico do condomínio;

7. Informe a portaria quando estiver esperando encomendas e procure sempre descer até a recepção para receber;

8. Se você mora nos primeiros andares, procure manter janelas e/ou portas da fachada sempre fechadas para evitar possíveis invasões;

9. Nunca deixe cópias de chaves na portaria;

10. Ao viajar, procure compartilhar informações sobre o período de ausência apenas com pessoas mais próximas;

11. Não dê informações a estranhos sobre horários e hábitos específicos do condomínio;

12. Participe de assembleias e reuniões do condomínio, assim você acompanha e participa ativamente das discussões que envolvem a segurança do local;

13. Conheça e respeite as normas de segurança do prédio. Muitas vezes parecem exageradas, mas elas existem justamente para prevenir ameaças e proteger os próprios moradores e seu patrimônio.

Faça sua parte! Pequenos cuidados podem fazer toda a diferença para a sua segurança e de seus vizinhos.

Fonte: Polícia Militar-SP 
Polícia Civil-MS

Siga acompanhando nosso blog e confira mais dicas para melhorar a sua segurança.

Leia também: As vantagens na contratação de uma empresa para cuidar da segurança do condomínio

9 dicas de segurança para o seu estabelecimento comercial

Manter o estabelecimento protegido contra arrombamentos e assaltos é preocupação constante de comerciantes.

Pensando nisso, preparamos algumas dicas importantes de segurança voltadas ao comércio:

1. Ao posicionar os produtos em sua loja, procure não deixar os itens de custo mais elevado expostos perto da entrada ou mesmo em locais com pouca visibilidade;

2. O balcão de atendimento e os caixas também devem ter posicionamento estratégico de forma com que possibilitem ao atendente ou proprietário ampla visibilidade da loja;

3. Compartilhe informações sigilosas, datas de movimentações de dinheiro e demais transações apenas com pessoas responsáveis pelo setor – ou quem mais for necessário. Nunca abra forneça informações para todos os funcionários;

4. Procure conhecer bem o bairro/região em que seu estabelecimento se encontra. Saiba sobre a segurança das ruas, horários de maior movimentação e índice de criminalidade. Informações como estas ajudam na prevenção de possíveis assaltos ou arrombamentos;

5. Reforçando para o item 4, recomendamos participação em associações comerciais do bairro ou região para acompanhar atualizações importantes sobre os acontecimentos e mesmo sugerir iniciativas para aumentar a segurança do bairro;

6. Instrua seus funcionários para que fiquem sempre atentos e alertas no caso de movimentação suspeita no estabelecimento. Se possível, nunca deixa apenas uma pessoa cuidando da loja;

7. Controle o estoque de sua loja para detectar rapidamente o furto de algum produto;

8. Previna-se: nunca armazene grandes quantidades em dinheiro físico dentro de seu estabelecimento;

9. Reforce a segurança: invista em um bom sistema de proteção com alarmes, câmeras de segurança e monitoramento para garantir a segurança de seu negócio 24 horas por dia contra a ação de criminosos.

Em nosso site você encontra mais informações sobre nossas soluções em segurança para proteger o seu estabelecimento: https://goo.gl/sucNwm

Bela Segura | Equipe da STV marca presença no Pilates Day Solidário

Na manhã de sábado (dia 5), a equipe da Unidade de Condomínios da STV marcou presença no Pilates Day Solidário. Em comemoração ao Dia Mundial do Pilates, o evento ocorreu na Praça André Forster, no Bairro Bela Vista.

A STV esteve presente para apoiar em apoio a Associação dos Moradores do Bairro Bela Vista, Mont’Serrat e Boa Vista  – AMOBELA, de Porto Alegre (RS).

Equipe da STV Segurança presente no Pilates Day Solidário (Bairro Bela Vista – Porto Alegre-RS)

Faz parte da ação do “Bela Segura” prestar apoio e se fazer presente em eventos e iniciativas como esta para colaborar com a segurança de uma região onde atende muitos clientes entre condomínios residenciais, empresas, comércios e residências.

Leia mais sobre a ação do Bela Segura da STV no Bairro Bela Vista, em Porto Alegre (RS): Bela Segura. 

Para mais informações sobre o sistema de proteção da STV para o segmento de condomínios, acesse o link:  www.stv.com.br/portaria-segura

Unidade Condomínios STV | Porto Alegre-RS

Diego Fagundes (Gestor de Negócios)
(51) 99703.9128

Rafael Florentino (Gestor Operacional)
(51) 98286.2682

Diálogo de Segurança

O Diálogo de Segurança é destinado a despertar no colaborador a conscientização envolvendo suas atividades diárias.

Visa orientar e informar os funcionários para um trabalho com segurança, mostrando também a importância da participação de cada um na prevenção de acidentes de trabalho.

O Grupo STV realiza o Diálogo de Segurança mensalmente com os colaboradores locados no cliente DATACOM.

Diálogo de segurança com os colaboradores. Foto: STV Segurança

Como é feito?

É realizado geralmente em um tempo de 5 a 15 minutos. Este tempo é reservado para discussões e instruções básicas de assuntos ligados a prevenção de acidentes relacionados à saúde e a segurança.

Quem faz?

O diálogo é feito com base nos informativos desenvolvidos mensalmente pelos CIPEIROS que, durante a reunião da CIPA, identificam quais são as maiores causas de acidentes ou afastamento do trabalho e criam informativos como forma de orientar e prevenir estes eventos.

Quais são os benefícios do Diálogo de Segurança?

  • Redução de acidentes no trabalho;
  • Melhoria na produtividade e ambiente de trabalho;
  • Aumento do comprometimento dos trabalhadores;
  • Aumento do nível de satisfação e segurança dos colaboradores.

Com esses diálogos, despertamos nos funcionários comportamentos mais seguros, conscientizando-os a adotar uma cultura de prevenção no dia-a-dia e evitar os acidentes de trabalho.

Texto de:  Simone França (Analista de Treinamento – STV)
                 simone.franca@stv.com.br

                Ana Cristina da Silva (Engenheira de Segurança do Trabalho – STV)
                ana.cristina@stv.com.br

Edição:  Vanessa Thalheimer

STV Condomínios – Bela Segura

Cerca de uma vez por semana, a equipe operacional da Unidade de Condomínios da STV Segurança realiza uma ação de auditoria para verificar a qualidade dos serviços de segurança prestados aos clientes e moradores do Bairro Bela Vista, em Porto Alegre (RS).

Chamada de “Bela Segura”, a ação é um trabalho preventivo que tem como objetivo readequar e frisar a importância dos procedimentos de portaria, além de sua correta execução, excelência no atendimento, cordialidade, postura e segurança.

Equipe operacional da Unidade de Condomínios da STV na ação realizada no Bairro Bela Vista, na 2ª quinzena de abril/2018.

A STV cuida da segurança de onze condomínios residenciais do bairro – além de residências, comércios e empresas. No mapa abaixo, é possível conferir onde atualmente a empresa opera no segmento de condomínios no bairro:

Atuação da STV Condomínios no Bairro Bela Vista (Porto Alegre/RS)

Muitos clientes já estão conosco há mais de dez anos. Consideramos estas relações de longo prazo com os nossos clientes extremamente importantes pois fazem parte da filosofia da empresa.

Melhoria de processos

Ações contínuas de segurança como o trabalho que vem sendo realizado em bairros como o Bela Vista reforçam os valores da empresa, que é sempre trabalhar e evoluir para oferecer o melhor aos seus clientes de forma com que se sintam protegidos dentro e fora de casa.

Para saber mais sobre os serviços de Portaria Segura para condomínios da STV, acesse o link:  www.stv.com.br/portaria-segura

Unidade Condomínios STV | Porto Alegre-RS

Diego Fagundes (Gestor de Negócios)
(51) 99703.9128

Rafael Florentino (Gestor Operacional)
(51) 98286.2682

Cuidados com a segurança de sua empresa

Cuidar da segurança ainda é um desafio para muitos gestores e empresários responsáveis por médias e grandes empresas.

É necessário dedicar um tempo para realizar a tarefa – desde o orçamento até a execução – e conhecimento para compreender as necessidades reais de segurança e níveis de proteção adequados que envolvem desde o quadro de funcionários e visitantes até bens materiais de uma empresa.

Na maioria das vezes, a falta de tempo acaba sendo o principal motivo para que as empresas acabem deixando a segurança em segundo plano e isso pode colocar em risco a própria empresa que acaba exposta aos diferentes tipos de ameaças e vulnerabilidades.

E como fazer para cuidar efetivamente da segurança de uma empresa?

  1. Lidando com os fatores tempo e conhecimento, a primeira dica é contratar uma empresa de segurança confiável e com experiência para fornecer e administrar produtos e serviços de proteção para a empresa.
  1. Se antecipe e dedique um tempo para conhecer ou se atualizar das principais necessidades internas da organização, especialmente no que pode ser relacionado com segurança. Converse com pessoas e avalie o ambiente. Isso pode auxiliar na avaliação e produção do projeto de segurança e também faz com que a empresa invista apenas no que for necessário.
  1. Dê preferência por um projeto de segurança completo e personalizado para a empresa. Colocar em prática o item 2 pode facilitar a decisão de contratação dos serviços pois dá noção das necessidades.
  1. Se possível, opte por projetos de segurança que ofereçam proteção de forma integrada. Para empresas de médio e grande porte, por exemplo, há diferentes serviços interligados entre si que, juntos, tornam-se poderosos aliados na proteção contra possíveis ameaças, vulnerabilidades e situações de risco.

Esperamos ter ajudado!

Mais informações e formulário para contato e orçamento, você encontra nos links abaixo:

Grandes empresas: stv.com.br/grandes-empresas

Médias empresas e comércios: stv.com.br/médias-empresas-comércios

A importância do incentivo à leitura em empresas

No dia 23 de abril comemora-se mundialmente o Dia do Livro.
Sabemos que o hábito da leitura nos traz diversos benefícios e, a seguir, listamos alguns deles:

  • Melhora da escrita;
  • Mais conhecimento e descobertas;
  • Enriquece nosso vocabulário;
  • Melhora nossa capacidade de nos comunicarmos;
  • Estimula a criatividade;
  • Auxilia no exercício da memória.

Cultivar esse hábito na organização enriquece a cultura da própria empresa que, ao incentivar a leitura, acaba formando profissionais cada vez mais qualificados, prontos para atender as expectativas organizacionais frente a um mercado cada vez mais competitivo.

No Brasil, o número de leitores cresce, mas ainda não está dentro do esperado.

A pesquisa mais recente divulgada pelo Instituto Pró-Livro verificou que, em 2011, 50% dos brasileiros eram considerados leitores (em 2015 já era 56%).

De acordo com a pesquisa, é considerado leitor quem leu ao menos 1 livro (inteiros ou partes) nos últimos três meses. Quem não se enquadra nessa condição é considerado não leitor, mesmo que tenha lido nos últimos 12 meses. Na mesma pesquisa também foi possível identificar que o brasileiro lê, em média, apenas 4,96 livros por ano, sendo que 2,53 dos livros não são terminados pelo leitor e apenas 2,88 são livros lidos por vontade própria.

E como incentivar nossos colaboradores a serem leitores?

A leitura faz parte da cultura da STV e o exemplo vem do Diretor Executivo da empresa que tem por hábito ler, em média, 42 livros ao ano.

Como incentivo à leitura, a empresa disponibiliza uma biblioteca em sua matriz, em Porto Alegre (RS), com um acervo composto por cerca de 700 livros dos mais variados temas onde o funcionário tem acesso a um catálogo digital e consegue verificar a grade de livros e sua disponibilidade.

Há também disponível em cada unidade STV um acervo dos livros mais utilizados pelo Grupo.

Outra forma de incentivo a leitura é através de grupos de estudos.

Inspirada na técnica do Consultor em Gestão, Vicente Falconi, praticamos o método da Cumbuca. Onde um grupo escolhe um livro para leitura e a cada capítulo se reúnem para debater sobre o assunto estudado.

A Trilha de Aprendizagem

A Trilha de aprendizagem é baseada na estratégia para o desenvolvimento de competências profissionais.

Conteúdos técnicos são relacionados diretamente às atividades laborais, portanto a leitura recomendada aos funcionários varia conforme o nível de cargo. Vai desde autores como Vicente Falconi e Christian Barbosa (para que os colaboradores possam otimizar a sua rotina e se organizar aplicando métodos que facilitem o seu trabalho) como para a leitura para a estratégia do negócio com autores como: Jack Welch, Jim Collins, Ram Charam, Stephen Covey, Peter Drucker, Mahan Khalsa Randy Illig, Roger L. Martin, A.G. Lafley, entre outros.

Confira a seguir algumas dicas para instigar o hábito da leitura:

  1. Escolha um tema que lhe agrade. Não leia um livro somente por ser um clássico ou por estar na moda;
  2. Estipule 10 páginas por dia para se dedicar a leitura. É uma meta fácil de cumprir. Sabe-se que criar um hábito que perdure, leva em torno de seis meses;
  3. Aproveite para ler nos momentos ociosos, como filas de banco, salas de espera, percurso para o trabalho, etc.

A prática da leitura é um rico caminho para quem busca o desenvolvimento e adquirir novos conhecimentos que agreguem valor, seja para a vida pessoal quanto profissional. As empresas precisam colocar esses estímulos em prática constantemente para que esse hábito seja incorporado na cultura organizacional.

Observações: Os dados da pesquisa são autodeclarados e partem de 5.012 entrevistas de abrangência nacional realizadas entre 23 de novembro e 14 de dezembro de 2015.

São considerados livros de papel, livros digitais ou eletrônicos e áudio livros, digitais livros em braile e apostilas escolares, excluindo-se manuais, catálogos, folhetos, revistas, gibis e jornais. Fonte: “Retratos da Leitura no Brasil”, 2015. Realização e coordenação: Instituto Pró-Livro. Execução: IBOPE Inteligência. Apoio: Abrelivros, Câmara Brasileira do Livro e Snel.

Texto de Simone França; Edição: Vanessa Thalheimer.