Saiba o que considerar na hora de escolher uma prestadora de serviços

 

Terceirizar atividades secundárias pode trazer muitos benefícios para uma empresa. Qualidade, estabilidade dos serviços recebidos, redução de custos e foco nos serviços essenciais são algumas das vantagens.

Entretanto, ao optar por terceirizar serviços, é importante que alguns cuidados sejam tomados na escolha do fornecedor para que não haja prejuízos e transtornos para a sua empresa.

A empresa contratante é responsável subsidiária em relação a todas as obrigações trabalhistas decorrentes da contratação por empresa terceirizada, conforme prevê a Súmula 331 do Tribunal Superior do Trabalho.

Fique atento a situações que podem gerar processos

  • Falsos ou inexistentes recolhimentos sociais (guias com falsos recolhimentos sociais);
  • Jornadas de trabalho desrespeitadas;
  • Horas extras não pagas;
  • Pagamento de piso salarial e benefícios desrespeitados;
  • Dupla jornada do mesmo funcionário (quando um mesmo funcionário trabalha em dois postos, de dois contratantes, pagando a empresa terceirizadora apenas uma das jornadas para fins de INSS e FGTS);

Como escolher uma boa prestadora de serviços

Para evitar problemas, a contratação deve começar com uma boa análise da empresa.

  • Pesquise sobre as finanças e estabilidade da empresa;
  • Tenha um parâmetro de valores e desconfie de preços abaixo do mercado;
  • Analise se as atividades propostas atendem suas necessidades;
  • Evite o Dumping Social: verifique o cumprimento dos direitos do empregado pelo empregador através da periódica apresentação de Holerites, Recibos de Férias, Certidões Negativas, etc;
  • Verifique se os salários, gratificações e horas extras pagos aos empregados são condizentes com o piso das categorias profissionais pois uma empresa séria cumpre os compromissos com os funcionários;
  • Verifique se a jornada de trabalho está de acordo com a norma coletiva da categoria;
  • Conheça os principais clientes da empresa e faça uma visita técnica para conhecer sua estrutura e metodologia de gestão;
  • Verifique se os profissionais são treinados e tem suas reciclagens em dia;
  • Fique atento: empresas optantes pelo Simples Nacional não podem prestar serviço de Portaria.

 Comprovantes

Certifique-se de que a empresa a ser contratada está em dia com:

  • Obrigações previdenciárias;
  • Cópia autenticada da ficha de registro dos empregados;
  • CND Previdenciária;
  • CND Receita Federal;
  • Certidão de Regularidade Sindical;
  • Certidão de Regularidade do FGTS/CRF;
  • Certificado Segurança Polícia Federal;
  • CRS – Certificado de Regularidade em Segurança;
  • Alvará de Funcionamento Polícia Federal;
  • Comprovante de pagamento das guias do FGTS e INSS;
  • Apólice de seguro de responsabilidade civil;
  • Folha de pagamento / recibos de funcionários.

A STV Segurança não investe somente em tecnologia de ponta. Investimos, também, em estrutura operacional.

O resultado desse esforço é uma empresa sólida e em dia com os seus compromissos fiscais, prezando, sempre, pelos direitos de seus colaboradores e pela prevenção do passivo trabalhista dos clientes.

Essas ações refletem diretamente na qualidade dos produtos e serviços oferecidos aos nossos clientes. Possuímos um setor jurídico com especialistas focados na prevenção e na análise e acompanhamento dos processos, aptos a atender as possíveis demandas de nossos clientes.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *