STV entrega caminhão blindado para o GOE

Na manhã desta segunda-feira (03/09), a STV entregou, em cerimônia realizada no Palácio da Polícia, em Porto Alegre, um caminhão blindado ao Grupamento de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil.

Essa parceria foi firmada inicialmente em 2005, quando a STV Segurança cedeu um de seus carros-fortes, devidamente revisado e revigorado, para a 3ª Delegacia Regional Metropolitana, cuja área de atuação é a região do Vale do Rio dos Sinos. Em 2012, após negociações, a STV realizou novas manutenções, incluindo a pintura da lataria, para que ele fosse utilizado pelo GOE em seus trabalhos em todo o território gaúcho.

Blindado passou por uma pintura para ser utilizado pelo GOE
Evento contou com representantes da Polícia Civil e da STV Segurança

Cuidado com as falsas empresas de segurança

Quais são os critérios que você utiliza para contratar uma empresa de segurança? Você costuma pesquisar sobre ela antes e conversar com amigos ou familiares em busca de indicação? O objetivo deste post não é fazer propaganda da STV Segurança, mas sim conscientizar da importância de realmente levar a sério a questão, aproveitando-se de uma notícia no mínimo preocupante que tivemos acesso no Diário Gaúcho (ver imagem abaixo).

Hoje no Estado existem incontáveis empresas que oferecem serviços de segurança. Muitas passam a imagem de grandiosas e com trabalho impecável quando na verdade se resumem a uma salinha localizada em uma rua escondida que contrata profissionais sem treinamento para prestarem serviços terceirizados. Nesta semana, policiais do Espirito Santo, com apoio gaúcho, prenderam um homem no bairro Santana que teria aberto uma falsa filial da empresa capixaba VSG. Sem autorização, ele teria feito cópias de documentos, estaria fazendo compras em nome dela e oferecendo serviços de portaria, segurança para condomínios e até escolta armada. Segundo a investigação, há condomínios nos bairros Bom Fim, Rio Branco e Floresta que são “protegidos” por ela.

Agora vamos refletir: que tipo de segurança esses clientes acham que estão contratando e o que estão efetivamente recebendo? Quando se adquire um produto, muitas vezes é possível usar como ponto avaliador a questão do preço, porém, no caso de um serviço, ainda mais este que preza pela vida e o patrimônio, outros diferenciais devem ser colocados na balança. Qual a estrutura que a empresa possui? Há quantos anos existe no mercado e qual a satisfação dos seus clientes? Nós trabalhamos de forma muito transparente e por isso você tem acesso a tudo isso no nosso site (www.stv.com.br). Além disso, estimativas mostram que a grande maioria dos nossos novos clientes advém de indicação, o que da uma clara demonstração de credibilidade. Pensem nisso e não se deixem enganar.

Reprodução: Diário Gaúcho (28.08.12)

Aumente suas chances nas entrevistas de emprego

Muitas pessoas se perguntam o porquê de não conseguirem arranjar emprego. Algumas empresas justificam que falta qualificação em grande parte dos candidatos, porém há aqueles que estão aptos para desempenharem determinada função e mesmo assim não são selecionados. Aproveitamos uma matéria publicada no Caderno Empregos e Oportunidades da Zero Hora no dia 05 de agosto de 2012 para darmos algumas dicas para aqueles que querem fazer parte do Grupo STV.

A primeira dica diz respeito a chegar no horário marcado para a entrevista, preferencialmente com alguns minutos de folga. Isso passa a impressão de que se trata de uma pessoa responsável e comprometida. Do contrário, o que nos levará a pensar que no dia a dia isso não se repetirá? Precisamos poder contar com nossos funcionários.

A roupa igualmente transparece o perfil do candidato. Empresas descoladas dão brechas a trajes diferenciados, porém elas são minorias. Opte por modelos sem muito decote e de cores sóbrias. Na área de serviços, mais especificamente em segurança, o ideal é evitar chamar a atenção.

Quando chegar a hora da entrevista, demonstre conhecimento sobre a empresa e o ramo como um todo. A STV possui diversas redes de comunicação e disponibiliza informações sobre suas bases e serviços oferecidos. Interesse-se pelo local onde pretende trabalhar. Precisamos de pessoas que vistam a camiseta da empresa.

Outra dica útil é evitar falar mal de empregos anteriores. Nesse ponto entra a questão de ética profissional e essa ação demonstra que podemos ser alvos de futuras queixas em caso de insatisfação.

Aproveite e saiba mais sobre a STV. Contamos com os seguintes canais de comunicação:

www.stv.com.br

www.facebook.com/stvseguranca

www.twitter.com/stvseguranca

www.twitter.com/recrutamentostv

A (in)segurança gerada pelo Foursquare

Usuários do Foursquare

Paralelo à ampliação das ferramentas disponíveis nas redes sociais surgiram alguns questionamentos em termos de segurança que, mesmo que você não concorde, devem ser avaliados e repensados. O Foursquare, programa que permite ao usuário fazer check in da localização exata em que se encontra, é um desses mecanismos que divide a opinião pública, ainda mais quando passou a ser vinculado automaticamente com o Twitter e Facebook. Para alguns, trata-se de uma maneira divertida de manter os amigos atualizados sobre sua agenda pessoal. Pode até ser que inicialmente esse fosse o objetivo, porém as controvérsias surgiram quando da criação do site “PleaseRobMe” (Por favor me roube), que mostra em tempo real todas as atualizações dos usuários, o que para qualquer ladrão conectado seria um prato cheio. Segundo os desenvolvedores do portal, Barry Borsboom, Frank Groeneveld e Boy van Amstel, “o objetivo do site é criar uma consciência do problema e fazer as pessoas pensarem em como utilizam estes serviços”.

Para se ter uma ideia, um estudo conduzido pela revista “Costumer Reports”, dos Estados Unidos, apontou que 52% dos 2.092 usuário adultos de internet entrevistados postaram algum dado potencialmente perigoso à sua segurança, incluindo endereços residenciais. No Brasil, ainda não há uma mobilização em prol dessa conscientização e há usuários que são ativos no uso dessa ferramenta de geolocalização. Nosso intuito não é induzir à proibição, mas sim que as pessoas fiquem atentas, ainda mais se no seu perfil há conexões com pessoas que não são efetivamente amigos e conhecidos. Nunca se esqueçam de que ladrões são espertos e não há controle quanto a perfis falsos criados especificamente para ter acesso a dados particulares.

Nesse link você pode ler uma entrevista com um dos criadores do Foursquare, Dennis Crowley, que acredita serem exagerados os temores sobre a falta de privacidade.

Dicas de Segurança

A STV procura orientar sempre seus clientes para que visem sempre à prevenção. Abaixo juntamos algumas dicas para os clientes de Serviços, mais especificamente de condomínios ou empresas. Apesar de nenhuma delas ser efetivamente uma novidade, nunca é demais reiterarmos, visto que são de extrema importância. Afinal, antes prevenir do que remediar.

Arte: Rosângela Grub