Coleta seletiva em condomínios residenciais

A coleta seletiva é um processo que deve ser constantemente incentivado e aplicado no dia a dia para ajudar na diminuição da poluição e do proliferação de pragas provenientes do descarte incorreto de lixo de casas, empresas e condomínios.

Por ter um fluxo intenso de pessoas, os condomínios produzem lixo em grande escala e por isso é importante aplicar o sistema de coleta seletiva, conscientizando os condôminos a cooperar e informando a eles os benefícios que o processo oferece tanto para a sociedade como para o meio ambiente.

Como implantar de forma efetiva a coleta seletiva no condomínio?

A cooperação de cada condômino é fundamental para que o sistema de coleta seletiva funcione adequadamente no condomínio e, por isso, é importante seguir algumas dicas:

  • Informar e conscientizar os moradores o quão importante é a colaboração de todos para que a coleta seletiva seja funcione;
  • Organizar uma reunião de condomínio para os síndicos ou a empresa contratada para fazer esse serviço possa explicar o porquê da implantação;
  • Verificar o melhor espaço para a implantação das lixeiras;
  • Escolher uma empresa de qualidade para ajudar nesse processo;
  • Comprar lixeiras coloridas, assim os moradores saberão em qual despejar o lixo de forma correta;
  • Criar um informativo listando qual o tipo de material será coletado no condomínio, o que deve ser levado até a sua zona de coleta, além dos cuidados ao separar o lixo para descarte;
  • Afixar placas de sinalização no condomínio informando os dias de coleta.

Ao seguir todas as dicas listadas acima, a coleta seletiva deve ocorrer de forma tranquila, organizada e o condomínio estará fazendo a sua parte na preservação do meio ambiente. 

A importância da coleta seletiva de lixo para o meio ambiente

A coleta seletiva de lixo é a ação de separar os resíduos e materiais que podem ser reciclados dos que devem ser diretamente descartados de forma que não prejudiquem o meio ambiente.

A preocupação com a sustentabilidade já faz parte da vida e rotina de muitas pessoas e organizações.Separar o lixo corretamente é uma das práticas que, além de contribuir para preservação do meio ambiente, também acaba trazendo diversos benefícios como:

  • Desaceleração do desmatamento e a retirada de recursos naturais;
  • Redução de epidemias de ratos e baratas em espaços urbanos;
  • Diminuição da poluição das ruas e calçadas;
  • Mais empregos na área da reciclagem;
  • Auxilia na proteção de animais marinhos e de paraísos tropicais;
  • Redução dos risco de enchentes ocasionadas devido ao acúmulo de lixo nos bueiros.

Mas o que pode ser considerado lixo reciclável?

Os materiais recicláveis podem ser formados por papel (caixas de papelão, folhas, jornais, revistas), vidros, tecidos, plásticos (garrafas pet, sacolas, embalagens), metais (latas de alumínio, tampas, pregos) e resíduos orgânicos (restos de comida de origem animal ou vegetal).

Como identificar a cor de lixeira indicada para descarte de casa resíduo ou material específico?

Cada resíduo ou material tem uma cor de lixeira para depositar o lixo. Muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre lixeira utilizar. Abaixo, descrevemos as cores das lixeiras e quais os produtos devem ser descartados em cada uma delas:

  • Amarela: objetos de metal;
  • Azul: papel e papelão;
  • Branca: descarte de resíduos médicos;
  • Cinza: resíduos que não podem ser reciclados;
  • Laranja: pode apresentar perigo a saúde;
  • Marrom: resíduos orgânicos;
  • Roxo: material radioativo;
  • Verde: vidros;
  • Vermelha: plásticos.

Separar o lixo em sua residência, na empresa ou no condomínio é um ato simples que pode fazer toda a diferença ao contribuir com a preservação com o meio ambiente. Para você fazer a sua parte fique atento aos dias de coletas do seu bairro.

Basta acessar o site da Prefeitura da cidade e procurar “coleta seletiva” digitar endereço de sua casa, condomínio ou empresa,e começar  depois digitar seu endereço e o número da sua casa, condomínio ou empresa, e começar a separar o seu lixo de acordo com os dias que eles passam na sua região.