Dicas de segurança em condomínios para síndicos

Além da privacidade, a busca por mais segurança é um dos principais motivadores na hora de optar por morar em condomínios fechados. Um dos deveres do síndico responsável pela gestão do condomínio é justamente avaliar com atenção qual a melhor estratégia para manter o ambiente protegido e livre de ameaças.

Confira 5 dicas de segurança em condomínios para síndicos:

1. Leis condominiais, normas de segurança e responsabilidades

Na legislação brasileira há uma série leis condominiais que devem ser respeitadas. É dever do síndico conhecer e entender quais as leis.

Também é preciso saber quais são as suas responsabilidades como gestor, além de conhecer as normas de segurança do condomínio.

Se o condomínio ainda não tiver suas próprias normas instituídas cabe ao síndico desenvolver junto ao conselho formado por moradores.

3. Cadastro de moradores atualizado

O síndico deve ter acesso ao cadastro atualizado de todos os condôminos com informações básicas como: nome e número de moradores por apartamento/casa, contatos de emergência e veículos;

4. Conhecer as dependências e do condomínio

É importante conhecer todas as dependências do condomínio (área interna e externa)  e a própria rua/bairro e  rua/bairro do condomínio para saber de possíveis riscos, ocorrências e se antecipar na prevenção;

5. Informar e conscientizar

Fazer um trabalho contínuo de conscientização sobre segurança com moradores  e funcionários do condomínio orientando sobre a importância de seguir as normas e cuidados básicos de segurança que podem contribuir para manter a segurança de todos;

6. Mantenha-se atualizado

Nas reuniões de condomínio, levar informações atualizadas sobre segurança e incentivar os condôminos para que contribuam com sugestões.

É importante conscientizar os moradores que a sua contribuição e participação em reuniões é sempre importante.

7. Controle quem entra e sai do condomínio

Recomendamos o uso de um sistema de controle de acesso monitorado que, de forma prática, controla o fluxo de moradores e visitantes do condomínio, permitindo acesso somente de pessoas autorizadas.

O uso do controle facilita a vida tanto de quem administra o condomínio, como dos moradores ou visitantes já que dispensa o uso de chaves.

8. Invista em segurança 

O uso de equipamentos de segurança eletrônica é indispensável. São eles que, de forma integrada, são responsáveis por monitorar e prevenir o condomínio de ameaças e vulnerabilidades. Quando, além de segurança eletrônica, também é contratado serviço de portaria ou vigilância, os dispositivos de segurança servem como importante apoio no trabalho destes profissionais.

A contratação de equipamentos e serviços de segurança é uma das responsabilidades do síndico que, junto aos moradores, irá definir qual a melhor solução para o condomínio.


No site da STV você pode conferir todas as soluções em segurança para manter o seu condomínio protegido. Acesse e solicite contato com a unidade da STV em sua cidade: www.stv.com.br/condomínios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *