Crime em prédio reacende insegurança em PoA

Um condomínio residencial foi invadido por uma quadrilha na manhã do dia 18 de maio e a ação tão bem planejada chamou a atenção e fez ressurgir uma insegurança latente nos moradores de Porto Alegre. Isso porque o prédio em questão não contava com nenhum equipamento próprio de proteção, como câmeras ou alarme, dispondo somente de um porteiro, que facilmente foi rendido.

Leia aqui a matéria que saiu no Jornal Zero Hora sobre o assalto.

Em cidades maiores, esse caso pode parecer rotineiro, mas na Capital gaúcha, apesar de já terem sido registrados casos semelhantes em anos anteriores, ele assusta e faz com que, apesar da constante orientação quanto à importância da prevenção, as pessoas tenham que correr atrás de segurança.

Lá em 2012, nós desenvolvemos um projeto específico para condomínios, em que tentamos mostrar a importância de se criar o máximo de barreira protetoras possível para evitar o acesso indevido, bem como não deixar o próprio porteiro em risco. Muitas pessoas acharam exagero ou optaram por empresas menores, que ofereciam o básico com valor, claro, muito mais acessível. Não estamos aqui para avaliar essa escolha, somente voltarmos ao assunto e reiterar a importância que isso tem para a vida e o patrimônio do morador e sua família.

Abaixo está a planta baixa que havíamos criado para fins de visualização, enaltecendo que hoje dispomos de equipamentos diferenciados e ainda mais efetivos. A arte é de Rosângela Grub. Veja aqui os telefones das nossas unidades e ligue para a da sua região para obter mais informações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *