CIPA – Turma SERPO

E mais uma turma da CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho – foi capacitada, segundo a exigência da Norma Regulamentadora 05. A turma em questão é representante da empresa SERPO e o evento ocorreu no período de 22 a 24 de junho/2016. Os participantes estão agora aptos para a Nova Gestão da CIPA 2016/2017.

STV intensifica segurança em PoA

Nossa equipe da divisão Alarmes Monitorados de Porto Alegre vêm realizando uma força tarefa desde o início do mês a fim de intensificar a segurança em nossos clientes. Agentes distribuídos em duas viaturas e duas motos estão rodando a cidade para trocar placas antigas, efetuar pequenos ajustes nos sistemas, como alteração de senhas, testes de pânico e reposicionamento de equipamentos, e, claro, divulgar nossa marca pelas ruas.

Esse trabalho seguirá sendo realizado por tempo indeterminado, a fim de mantermos essa proximidade com nossos clientes, que, inclusive, estão elogiando a iniciativa.

Fotos: Abel Paz

Crime em prédio reacende insegurança em PoA

Um condomínio residencial foi invadido por uma quadrilha na manhã do dia 18 de maio e a ação tão bem planejada chamou a atenção e fez ressurgir uma insegurança latente nos moradores de Porto Alegre. Isso porque o prédio em questão não contava com nenhum equipamento próprio de proteção, como câmeras ou alarme, dispondo somente de um porteiro, que facilmente foi rendido.

Leia aqui a matéria que saiu no Jornal Zero Hora sobre o assalto.

Em cidades maiores, esse caso pode parecer rotineiro, mas na Capital gaúcha, apesar de já terem sido registrados casos semelhantes em anos anteriores, ele assusta e faz com que, apesar da constante orientação quanto à importância da prevenção, as pessoas tenham que correr atrás de segurança.

Lá em 2012, nós desenvolvemos um projeto específico para condomínios, em que tentamos mostrar a importância de se criar o máximo de barreira protetoras possível para evitar o acesso indevido, bem como não deixar o próprio porteiro em risco. Muitas pessoas acharam exagero ou optaram por empresas menores, que ofereciam o básico com valor, claro, muito mais acessível. Não estamos aqui para avaliar essa escolha, somente voltarmos ao assunto e reiterar a importância que isso tem para a vida e o patrimônio do morador e sua família.

Abaixo está a planta baixa que havíamos criado para fins de visualização, enaltecendo que hoje dispomos de equipamentos diferenciados e ainda mais efetivos. A arte é de Rosângela Grub. Veja aqui os telefones das nossas unidades e ligue para a da sua região para obter mais informações.

Alerta de corte de luz criminoso no litoral

 

Um fato chamou a atenção de alguns moradores de Xangrí-la, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. Na sexta-feira (10/01), diversas residências de uma mesma rua tiveram o disjuntor desligado, provavelmente com o intuito de, com a falta de energia, desativar o alarme para a efetivação do furto.

Ao sabermos disso, conversamos com nosso gestor de negócios da unidade de Atlântida, Rodrigo Fraga, a fim de entendermos se, caso essa ação ocorresse em algum de nossos clientes, estes ficariam desprotegidos, bem como se haveria alguma dica de prevenção, até para que não somente a tranquilidade seja mantida ao longo do veraneio, mas também durante o ano quando a casa está fechada.

Segundo Fraga, os atuais sistemas utilizados pela STV comunicam todo e qualquer evento para a Central de Monitoramento, ou seja, caso haja o corte de energia, chegará um sinal para que o operador comece a observar o cliente. Nesse meio tempo, entra em funcionamento a bateria do equipamento, que é o que garante que o local permanecerá protegido por até 6 horas.

“Em horário comercial, caso em 1h a luz não tenha sido reestabelecida, é enviado um pronto atendimento para verificar se a rede foi cortada bem como comunicar o proprietário, até para se certificar se não foi ele que solicitou alguma manutenção. De madrugada, qualquer falha é considerada como disparo de alarme, desta forma automaticamente a viatura vai até o local”, explica Fraga.

Ainda segundo ele, esses cortes pontuais costumam ocorrer muito no inverno. Antigamente, isso acontecia porque os cabeamentos em cobre e alumínio eram mais atrativos para o furto. Hoje, com as modificações no material, a ação é para o roubo nas residências mesmo. “Nós conseguimos saber se é uma falta de luz geral em algum bairro, aí alertamos a empresa de energia, ou se é de um cliente específico, e, assim, passamos a efetuar o procedimento todo de acompanhamento”, destaca o gestor.

Dica:

As baterias duram em média um ano. Isso porque há muita falta de energia durante inverno, o que faz com que ela seja recarregada inúmeras vezes e, com isso, vá perdendo carga, podendo não aguentar as 6h ininterruptas sem luz. Solicite a revisão constante dos seus equipamentos como um todo e não deixe de trocar as baterias quando a empresa sinalizar que é necessário.

A luta contra a segurança clandestina

Nós estamos sempre lutando contra a criminalidade a fim de melhorar a vida da sociedade como um todo. Porém, como uma empresa que está sempre em dia com seus impostos, temos uma outra luta interna, que é por uma maior e igual fiscalização no nosso ramo.

Em agosto de 2012, nós publicamos uma matéria visando a alertar quanto ao crescente surgimento de empresas de segurança clandestinas (leia aqui), porém pouco mudou nesses dois últimos anos, ou melhor, diríamos que piorou. Elas seguem existindo, seguem oferecendo preços baixos e ganhando novos clientes que acreditam estar sendo protegidos. Não vamos entrar no mérito e nominá-las, mas é fundamental voltarmos nesse assunto, pois grande parte não paga seus impostos, não divulga seu faturamento real e, por isso, conseguem oferecer valores atrativos e, no final, infelizmente, serviços ineficientes.

À pedido do nosso diretor financeiro, enviamos um artigo ao Jornal do Comércio e publicamos abaixo ele na íntegra. Sugerimos a sua leitura e, claro, reflexão.

Novidade para condomínios residenciais

Como somos da teoria de que devemos aproveitar as oportunidades que o mercado nos apresenta, iniciamos um processo de inovação no ano de 2013 a fim de suprir uma necessidade específica dos condomínios residenciais. Hoje, podemos dizer que temos uma solução que, além de proporcionar segurança efetiva, possui um custo x benefício diferenciado. Trata-se do Sistema de Automação com Portaria Virtual STV que oferece, dentre outros, os seguintes benefícios:

  • Reduz custos com o serviço de portaria tradicional, pois elimina parcial ou totalmente a presença do porteiro;
  • Permite a visualização remota das áreas internas em caso de disparo de alarme ou de alertas gerados pelas cercas eletrônicas (se equipado);
  • Permite gerenciar usuários (criar, alterar ou excluir senhas de acesso) remotamente.

Nós não iremos divulgar maiores informações sobre essa novidade, até para garantirmos a autenticidade do sistema. Desta forma, quem for proprietário ou mesmo síndico e tiver interesse em adquirí-lo, pode solicitar a visita de um de nossos consultores através do telefone 3323.4830. Destacamos que no momento iremos oferecer somente em Porto Alegre e região Metropolitana.

Prepare-se para o verão

Chegamos aos dois últimos meses do ano e, assim como sempre ocorre, as casas na praia começam a receber pequenas manutenções para que estejam prontas para o período do veraneio. Na nossa unidade do Litoral Norte, em média, há o aumento de 50% nas instalações de alarme já a partir de novembro, procura que se estende até o mês de fevereiro. Se você não sabe ainda se contrata ou não alguma empresa de segurança, lembre-se de que, com o aumento no movimento de pessoas, costumam ocorrer principalmente pequenos furtos que, com a presença do sistema de segurança, poderiam ser evitados. Destacamos mais algumas informações cedidas pelo Gestor de Negócio da unidade, Rodrigo Fraga:

– As instalações no litoral acontecem no prazo de 15 dias, portanto, o ideal é que nunca deixem para a última hora.

– Além do alarme, sugerimos a instalação de Câmeras, muito úteis também para a proteção ao longo na baixa temporada.

– A STV oferece um plano de manutenção trimestral para já-clientes, o que garante o perfeito funcionamento dos equipamentos o ano todo.

– Dentre nossos principais diferenciais, destacamos a equipe técnica própria e qualificada, com plantão 24 horas, nossos comerciais capacitados para realizarem um diagnóstico efetivo de riscos e, consequentemente, criando um projeto que supra as necessidades do cliente e o pronto atendimento 24 horas, que atua realizando rondas preventivas e, por isso, está sempre mais próximo dos clientes para realizar o atendimento.

Prepare-se para o verão. Ligue para 3689.4400 e agende a visita de um de nossos consultores.

Conheça o Curso de Extensão em Segurança para Grandes Eventos

O dia 28 de outubro de 2013 será um marco para o Centro de Treinamento da STV, considerada a maior e mais completa estrutura do sul do país, pois é quando se inicia a primeira turma do Curso de Extensão em Segurança para Grandes Eventos. Trata-se de um treinamento que, a partir de abril de 2014, será obrigatório para todo profissional de vigilância que queira atuar em locais que comportem mais de 1500 pessoas. Segundo a gestora do Centro de Treinamento, Mariângela Canfild, “seremos pioneiros nesse curso no Rio Grande do Sul e, além disso, um dos poucos que poderão oferecê-lo, pois há a exigência de instrutores com experiência nessa atuação para que as escolas de formação sejam homologadas e credenciadas”. A estimativa dos organizadores é que somente para o período da Copa do Mundo sejam necessários 4,5 mil vigilantes em Porto Alegre, mais 2 mil para os eventos paralelos que ocorrerão na cidade.

O pré-requisito para ingressar na turma é ter o curso de Formação de Vigilante. De forma sucinta, ao longo dos cinco dias, o que totaliza 50 horas/aula, o aluno será dotado de conhecimento, técnicas, habilidades e atitudes para que possa garantir a segurança de pessoas e do próprio patrimônio em locais onde ocorram eventos como, por exemplo, a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016. O vigilante estará apto a realizar revistas pessoais, aprendendo a identificar objetos e substâncias proibidas ou que possibilitem ato de violência. Além disso, saberão como gerenciar multidões em caso de crise, assegurando um ambiente confortável e seguro para organizadores e espectadores.

Inicialmente o Curso de Extensão em Segurança para Grandes Eventos será disponibilizado no turno do dia, mais especificamente das 8h às 18h, porém, devido a grande procura, será ofertado em breve o noturno.

Mais informações podem ser adquiridas através do telefone (51) 3466.8404 ou diretamente na rua Pistóia, 800, em Canoas.